Pernambuco
Publicada em 13/06/2017 às 16h22. Atualizada em 13/06/2017 às 16h22
Vereadores relatam ameaças após críticas a prefeito
Segundo o presidente da Câmara as retaliações e ameaças aconteceram após eles denunciarem irregularidades na gestão.
Por: Redação PortalPE10 | Fonte: LeiaJá

O presidente da Câmara dos Vereadores de São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, Denis Alves (PTN), afirmou, durante a sessão ordinária dessa segunda-feira (12), que recebeu ameaças após criticar a gestão do prefeito Bruno Pereira (PTB) em um discurso proferido na última quarta (7). Na ocasião, o parlamentar, que deixou a base aliada do petebista, disse que o prefeito não estava gerindo a administração municipal, mas sim o seu pai e ex-gestor da cidade, Jairo Pereira (PTB).  

“Quando saí da sessão na última reunião, uma estudante chegou e disse: ‘um homem me mandou dizer que isso não vai ficar assim, o bicho vai pegar pro seu lado.’ Estamos agora recolhendo as imagens do circuito de TV para tentar identificar a estudante e o homem que pediu para ela dizer isso”, relatou Denis Alves. 

No discurso da quarta-feira, o presidente da Câmara chegou a dizer que “duas pessoas no quadro da atual gestão municipal - Betânia Brito e o ex-prefeito Jairo Pereira - dão expediente na prefeitura, mas não possuem cargos no Executivo, e o pior, contratam e demitem funcionários como se fossem gestores”. De acordo com o parlamentar, o ex-prefeito que foi condenado por improbabilidade administrativa e é considerada uma pessoa inidônea não pode continuar à frente da prefeitura.

O relato de Alves não foi isolado, além dele, o vereador Edmário José (PP), mais conhecido como Roco das Frutas e Verduras, também afirmou ter sido ameaçado e em reação fez novas denúncias nessa segunda-feira. 

“O prefeito está com raiva de mim porque fiscalizei uma licitação de mais de R$ 4 milhões e encontrei irregularidades. Semana passada demitiu, pelo whatshapp, quatro funcionários que indiquei para trabalharem no Posto de Saúde da Munguba, e hoje a unidade amanheceu fechada. Se ele pensa que está me prejudicando ele está errado, quem está sendo prejudicado é o povo”, disparou. 

Com o discurso exaltado, o progressista disse que agora passará a fazer uma oposição mais ferrenha. “Se eles tiveram dor de cabeça comigo antes, eles vão ter muito mais agora. Inclusive vieram me botar medo, enviando três pessoas para me ameaçar. Logo eu, nascido e criado nos bairros do Pixete e Prego [conhecidos na cidade pelo alto índice de violência]. Eu só tenho medo do castigo de Deus. Agora vocês que administram uma prefeitura com quatro prefeitos (Bruno Gomes, Jairo Pereira, Juninho Pereira e um tal de Wildy, que caiu de paraquedas aqui) vocês sim, deveriam ter medo do castigo de Deus. E Bruno, se não tiver competência para administrar a cidade, entregue, mas não deixe outras pessoas fazerem isso por você”, cravou o vereador.

Outro lado

Procurado pelo LeiaJá, o prefeito Bruno Pereira afirmou, por meio de nota, que os vereadores citados “estão divulgando fatos inverídicos” e que “em momento algum houve retaliação ou ameaças”. Ressalta que “apesar de trabalhar em conjunto para o município, o Legislativo e o Executivo são órgãos independentes e podem tomar decisões diferentes, pois respeita o estado democrático em que vivemos”. 

No texto, o petebista ainda afirma que os vereadores Denis Alves e Edmário José “estão procurando notoriedade midiática para se promoverem, pois sempre teve respeito por todos, tanto de situação quanto de oposição, e jamais tomaria uma atitude que pudesse denegri-los moralmente”. Já sobre o Posto de Saúde da Manguba, citado pelo Edmário, a nota informa que a unidade está funcionando normalmente.

Chuvas
Apac emite alerta para chuvas no Grande Recife, Mata Sul e Mata Norte
Entretenimento
Atriz Vera Fischer de 65 anos é internada em UTI
Agreste
Cubano de 34 anos é preso com R$ 17,9 mil em notas falsas e arma de fogo
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.